As diferenças entre a série de TV e o livro Deuses Americanos

Após a estreia da série no final de abril, as primeiras reações dos fãs do livro Deuses Americanos foi o quão idêntica a série estava ao livro. Isso durou praticamente durante os 3 primeiros episódios, a partir do 4º novos elementos foram adicionados e outros foram alterados. Abaixo listamos episódio por episódio as diferenças entre a série o livro.

Episódio 1 “The Bone Orchard”:

O episódio é aberto com a chegada de povos escandinavos na América diferente do livro que já começa contando a vida de Shadow na prisão. A chegada dos vikings no livro ocorre no final do capítulo 3.

No livro, Shadow já encontra Wednesday dentro do avião, na série ele o vê trapaceando na venda de passagens para conseguir um upgrade para a primeira classe.

Bilquis no livro escolhe seus próprios clientes e faz anúncios em sites como “classyholiywoodbabes.com”, “adultfriendfinder.com” e no “escorts.com” utilizando e-mail anônimo, na série ela usa o aplicativo de relacionamento, Tinder.

No livro,após o velório da Laura, Shadow segue caminhando para o hotel normalmente quando o Technical Boy o para. No livro o Technical Boy é um garoto gordo com problema de acne, eles conversam na limousine e Shadow volta caminhando para o hotel. Na série, após a conversa com o Technical Boy, Shadow é espancado e quase morto.

Episódio 2 “The Secret of Spoons”:

A introdução do Mr. Nancy no navio negreiro não existe no livro.

Na série, Shadow chega todo machucado no hotel e discute com Mr. Wednesday, isso não existe no livro. No livro, ele já encontra a Laura o esperando no quarto do hotel.

Indo para Chicago, Shadow vai até uma loja e conversa com a Deusa Media caracterizada de Lucy de “I Love Lucy“. No livro isso só acontece mais adiante na história, no capítulo 7 e ocorre num quarto de hotel, também pela TV como Lucy.

Mr. Wednesday se encontra com o Jinn enquanto Shadow estava fora, também não existe no livro.

As cenas da Bilquis se relacionando sexualmente com outras pessoas assim como ela visitando o museu não existe no livro.

As cenas da série na casa das Zoryas e Czernobog não tiverem nenhuma grande alteração.

Episódio 3 “Head Full of Snow”:

A introdução de Mr. Jacquel (Anubis) foi criada exclusivamente para a série.

O fim do jogo de damas assim como o roubo ao banco não tiveram grandes alterações em relação ao livro.

Episódio 4 “Git Gone”

Esse episódio praticamente todo foi uma criação apenas para a série. A “saga” da Laura após ganhar “vida” novamente não existe no livro (Shadow já a encontra no quarto do hotel).

Episódio 5 “Lemon Scented You”:

Na série, o conto inicial mostrando o deus Nunyunnini no livro é maior contendo mais elementos, compactaram um pouco na série, mas no geral a história do deus culminou da mesma forma [no esquecimento], na série e livro.

O encontro de Shadow e Laura no quarto de hotel, como dito anteriormente, no livro ocorre antes, na série houve essa alteração na cronologia. Mas no geral, o encontro não sofreu grandes mudanças na série.

O restante do episódio, na delegacia, encontro da Media com Technical Boy e Mr. World (ele só aparece muito à frente no livro, no capítulo 12) não existe no livro. Há uma cena em uma delegacia no livro semelhando, mas são outras circunstâncias.

Episódio 6 “A Murder of Gods”:

Toda a trama desse episódio, assim como o personagem Vulcan foi uma criação exclusiva para a série, não existe no livro.

Não há também no livro a road trip da Laura, Mad Sweeney e Salim (que aliás no livro, só aparece no conto com o Jinn, na série houve essa expansão do personagem).

Episódio 7 “A Prayer for Mad Sweeney”:

No livro Essie possui o sobrenome de Tregowan e ela é de origem inglesa, na série o sobrenome é MacGowan porque ela nasceu na Irlanda. Praticamente toda a história da Essie com o Leprechaun foi contada quase da mesma forma do que no livro.

Já a outra parte do episódio. da Laura e Mad Sweeney não existe no livro.

Episódio 8 “Come To Jesus”:

Outra alteração na cronologia foi a aparição da Easter, no livro ela só aparece no capitulo 11. Fora alguns diálogos entre Mr. Wednesday, Shadow e Easter, o restante do episódio, como a aparição dos Novos Deuses e o cliffhanger do final também é uma trama exclusiva da série não existente no livro.

Os vários Jesus não existem no livro, que aliás, Jesus no livro só aparece num extra da edição preferida do autor, originalmente ele apenas era citado.

Compartilhe:

Giliard Gomes Author

Designer geek que gosta de passar o tempo livre assistindo séries e filmes além de colaborar com comunidades online. Reconhecido como Principal Colaborador do Google.